Principal                                                                             |  Adicionar aos favoritos  |
   Estudo de esenho   |   Aulas Passo a Passo   |   Alunos ETRB   |   Ajuda
Arte Página Web

Arte

COMPOSIÇÃO: Objetos

ENQUADRAMENTO DE UM OBJETO

Tão importante quanto à representação gráfica de um objeto, é o seu correto enquadramento no espaço compositivo.

 

Sobre as margens: Após o traçado das margens que definem os limites do enquadramento, o espaço de representação deve ser analisado considerando o motivo ou o conjunto de motivos que vão ocupá-lo. Para obter o melhor resultado, considere as orientações a seguir:
 

A posição do papel deve ser ajustada a posição vertical ou horizontal, proporcional ao objeto:
 

Objeto com a forma predominantemente horizontal deve ser representado num papel em posição horizontal.



 

Objeto com a forma predominantemente vertical deve ser representado num papel em posição vertical.


 

Quando a posição (vertical ou horizontal) do objeto não obedece à posição (vertical ou horizontal) do papel ocorre desperdício do espaço compositivo.

 

Proporção figura e fundo: Para que o motivo apresente proporção coerente ao espaço compositivo, ele não pode ser representado muito pequeno nem muito grande.
 

Objeto pequeno, em relação ao todo do enquadramento, sugere desperdício do espaço de representação.

 



 

Objetos grandes, bem próximo ou tocando nas margens parecem sufocados pelos limites do enquadramento.

 

 


Buscar sempre uma proporção ideal, deixando áreas livres em todos os lados do objeto.


 

 

Centralização: É necessário centralizar o objeto no contexto do enquadramento, para ajudar na idéia de equilíbrio.
 

A centralização impede que o objeto fique em posição lateral, como visto ao lado, prejudicando o equilíbrio.
 

 


 

A linha de margem inferior não pode ser usada como suporte para a representação de objetos. Compromete a centralização do enquadramento.


 

Qualquer objeto representado predominantemente no espaço superior do enquadramento afeta negativamente as orientações de centralização.


 

No exemplo ao lado temos um objeto corretamente centralizado.



 

 

Linha de Fundo: É a linha horizontal que passa por traz de um ou mais objetos numa composição artística e representa a borda superior do suporte (mesa ou qualquer outro móvel) sobre o qual o objeto foi colocado.
 

Evite colocar a base do objeto sobre a linha de fundo para não dar a idéia de que está prestes a cair (ver ilustração abaixo).


 

A melhor proposta é situar o objeto em qualquer espaço entre a linha de margem inferior e a linha de fundo.


 

É bom lembrar que além da linha de fundo, a linha de margem inferior também não pode ser usada como suporte de apoio para a representação de objetos. Como já visto anteriormente, esta situação compromete a centralização do enquadramento.



Continua: Enquadramento com mais de um objeto

 

< Anterior   ::   Principal >

Arte

Sobre arte > Veja, leia e aprenda sobre arte

Sobrearte: Layout e conteúdo criado e desenvolvido por Antonio Juvenil - Todos os direitos reservados


O conteúdo e imagens deste site são de direito e responsabilidade do seu autor. Salvo os casos em que estejam registradas

as referências  de outras fontes.