Principal                                                                             |  Adicionar aos favoritos  |
   Estudo de esenho   |   Aulas Passo a Passo   |   Alunos ETRB   |   Ajuda
Arte Página Web

Arte

Estudo de desenho: Aspectos teóricos

Pré-requisitos para desenhar


A habilidade para desenhar requer alguns fatores indispensáveis que podem ser adquiridos. Entre eles citamos os seguintes:
 

a) Cálculo visual e mental de proporções: Durante o processo do desenho são realizadas mensurações entre as partes e o todo do motivo. As dimensões de altura largura e profundidade são analisadas de modo espontâneo, na maioria das vezes restringindo-se a cálculos mentais. Nas representações mais complexas são utilizados instrumentos de mensuração direta ou a distância.


b) Conhecimento sobre perspectiva linear: O conhecimento sobre perspectiva é imprescindível para quem pretende desenhar corretamente a aparência de volume dos objetos, profundidade e espaço de ambientes ou paisagens e todo tipo de esquemas gráficos que buscam reproduzir as características tridimensionais da realidade. O uso da perspectiva se faz necessário desde o esboço ate o delineamento final das formas de estrutura plana ou tridimensional.

c) Habilidade gráfica de luz e sombra: Para melhor imitar a realidade o desenhista deve conhecer como ocorrem os efeitos da luz e seus reflexos sobre os objetos. A partir daí, através do esfumado do grafite, tracejados de canetas ou manchas chapadas e em degrades das tintas é possível reproduzir as texturas, atmosferas e climas dos motivos. O sombreamento trabalha a estrutura visível do desenho.


d) Domínio do espaço compositivo: De que adianta ser um exímio desenhista com habilidades para representar formas, ditas, perfeitas e belas, se na hora de plasmar essas formas sobre o papel de desenho elas mostram-se desproporcionais, fora de enquadramento, sem equilíbrio ou unidade no espaço compositivo. O resultado de uma imagem, nestas condições, será o infortúnio de não cumprir o seu propósito no contexto da cena em que foi colocada.


e) Técnicas de desenho: São muitas as técnicas de desenho. Entre elas citamos o grafite, responsável pelos esfumados, o bico de pena que recorre a traçados para contornos e efeitos de sombreamento com hachuras e ainda o pincel com tinta utilizado na representação de traçados e manchas permitindo um aspecto mais espontâneo ao desenho. Não importa qual dessas técnicas sejam usadas. Ao dominar pelo menos uma delas, juntando aos demais pré-requisitos já citados, o desenhista está apto para encerrar sua obra com apresentação profissional.
 

Leia também: Etapas de representação do desenho

 

< Anterior   ::   Principal >

Arte

Sobre arte > Veja, leia e aprenda sobre arte

Sobrearte: Layout e conteúdo criado e desenvolvido por Antonio Juvenil - Todos os direitos reservados


O conteúdo e imagens deste site são de direito e responsabilidade do seu autor. Salvo os casos em que estejam registradas

as referências  de outras fontes.